16 de junho de 2021

MS tem primeira morte por dengue em 2019, uma idosa de 76 anos

Author

Categories

Share

O Estado do MS registrou a primeira morte por dengue em 2019. A informação foi confirmada pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), neste domingo (17), porém a morte teria sido registrada na última quarta-feira (13). A vítima, uma mulher de 76 anos, estava internada em um hospital de Três Lagoas – distante 338 quilômetros da Capital.

Apesar da confirmação, o óbito ainda não consta no boletim epidemiológico divulgado semanalmente pela SES, tendo sido a última edição publicada no dia 14 de fevereiro. De acordo com o documento, até o momento, 4.494 notificações da doença foram registradas no Estado, desde o dia 1º de janeiro.

Este ano, 125 casos de dengue foram confirmados em Três Lagoas, onde o primeiro óbito foi confirmado. Na Capital são 466 casos. Em 2018, quatro pessoas morreram em decorrência da doença, todas as mortes registradas no mês de dezembro. Do total, três dos óbitos também foram registrados em Três Lagoas e outro em Brasilândia. O ano chegou ao fim com outras duas mortes sendo investigadas, todas em Três Lagoas.

A vítima foi identificada como sendo Aurelina Maria dos Santos. A idosa era moradora do bairro Interlagos e deu entrada no Hospital Auxiliadora no dia 4 de fevereiro, com quadro de pressão alta e diabetes.

A mulher chegou a ser transferida para a UTI, no dia 5, quando foi diagnosticada com dengue tipos B e C e insuficiência hepática. Ainda conforme o site, Aurelina foi entubada e não resistiu às complicações.

CGNewsMS tem primeira morte por dengue em 2019, uma idosa de 76 anos

Author

Share