22 de setembro de 2021

Ex-prefeito da Capital faleceu neste sábado

Author

Categories

Share

Bandeiras hasteadas a meio mastro e luto oficial de três dias, contados a partir de sábado (14), é o decreto do Governo de Mato Grosso do Sul, publicado em Diário Oficial desta segunda-feira (16), pela morte do ex-prefeito de Campo Grande, Juvêncio César da Fonseca. 

Fonseca também foi vereador da Capital e senador por um mandato, e faleceu no sábado, após dois meses internado no Proncor, devido ao quadro de apneia severa. O velório e enterro aconteceram no mesmo dia da morte, no Parque das Primaveras.

A Prefeitura Municipal e a Câmara de Vereadores de Campo Grande, também decretaram luto de três dias.

Segundo o decreto, Juvêncio nasceu em Campo Grande, no dia 21 de setembro de 1935, era advogado, formado em Direito pela Faculdade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, construiu uma destacada trajetória como homem público, com singular atuação no cenário político.

Foi vereador de Campo Grande de 1983 a 1985, Prefeito da Capital por dois mandatos, de 1986 a 1988 e de 1993 a 1996, e Senador da República por Mato Grosso do Sul de 1999 a 2007, oportunidade em que integrou a CPI dos Bingos e exerceu o cargo de presidente do Conselho de Ética do Senado.

O decreto está em vigor desde sábado até segunda-feira. O luto é simbólico e o expediente dos servidores estaduais e municipais é normal. 

Ainda conforme o decreto, Juvêncio César da Fonseca integrou o PMDB, atualmente MDB, o PDT, o PFL, atual Democratas e o PSDB. 

 

MidiaMax

Author

Share