2 de julho de 2022
HomeGeralSaiba o que Bolsonaro e Moraes conversaram durante jantar

Saiba o que Bolsonaro e Moraes conversaram durante jantar

Relacionados

Câmara de Mundo Novo aprovou LDO (Lei de Diretrizes Orçamentarias) e mais dois projetos

Os vereadores mundonovenses aprovaram na noite desta segunda-feira 27,...

Homem comete suicídio após encontrar filho morto em carro

Um homem de 37 anos da Virgínia, nos Estados...

Produtor rural de Nova América denuncia furto e abate de suínos

O produtor rural Fabrício Ortoncelli (44) procurou nesta quarta-feira...

Junto de Collor e Lira, Bolsonaro confirma aumento do Auxílio

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou nesta terça-feira (28)...
spot_img

Em meio a sucessivos embates políticos, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, voltaram a se encontrar pessoalmente. Desta vez, o encontro ocorreu durante jantar na casa do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), nesta quarta-feira (23). Na ocasião, o chefe do Executivo e o magistrado se cumprimentaram e trocaram algumas palavras.

Segundo informações da colunista Bela Megale, do jornal O Globo, tanto Bolsonaro quanto Moraes disseram que precisavam marcar uma conversa um com o outro. Contudo, apesar de concordarem sobre a necessidade do encontro, a data não chegou a ser firmada.

Na ocasião, o líder do Planalto também fez piadas envolvendo futebol com o magistrado da Suprema Corte. Ambos são antagonistas não apenas no cenário político, mas também no esporte, visto que o presidente é palmeirense e o ministro, corintiano.

Bolsonaro foi um dos últimos a chegar no evento e sentou-se próximo dos líderes das Casas Legislativas federais, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco.

Segundo relatou um dos magistrado presentes, “todos estavam à vontade”, e não havia sinais de “contratempo” ou “mal-estar”.

O evento foi realizado em homenagem aos 20 anos de Gilmar Mendes no Supremo Tribunal Federal. Na ocasião, o ministro disse ao presidente Bolsonaro que todos querem ouvi-lo e que há necessidade de diálogo.

FONTE:PLENONEWS

Últimas Notinias

spot_img