22 de setembro de 2021

2019 foi de eficiência e governabilidade nas ações da Câmara de Mundo Novo

Author

Categories

Share


O presidente do legislativo mundonovense, Paulo Lourenço, apresentou através da assessoria dados de sua gestão. Eleito para o biênio 2019/2020, foram R$ 25 mil reais já economizados e transferidos às entidades assistências pelo Município no seu 1º ano de mandato. Vale lembrar que 2019 os repasses financeiros do Executivo ao Legislativo foram menores, e mesmo assim foi possível a reforma do Plenário com acessibilidade.
O presidente Paulão do PV mencionou o trabalho e compreensão de todos os vereadores e administrativo, dizendo que não existe política velha ou nova, e sim, política certa.
Dos 70 projetos aprovados em 2019 pelos vereadores são destaques: doação de terrenos a empresários e a ACIMN – Associação Comercial Industrial – para sorteio entre clientes, e a autorização do Concurso Público Municipal.
Dos 350 ofícios aproximadamente encaminhados ao Município e as autoridades estaduais e federais, solicitando recursos financeiros e melhorias aos setores de Mundo Novo, se destacam: a solicitação para construção de asfalto, aquisição de material esportivo, UTI móvel, veículos maiores para transporte de pacientes, construção de quadra poliesportiva, titularização de imóveis, reparos de estradas e pontes, melhoria na rodovia BR-163, construção de um portal para nossa cidade, implementos para Asproleite e Coopisc, e recursos para ampliação e reforma dos centros de educação infantis (creches).
De iniciativa do vice-presidente vereador Wagner Correia (Vavá) foi realizado uma Audiência Publica com a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) para a implantação do Curso de Agronomia.
Foi também encaminhado ofício circular para todas as câmaras de vereadores de todo estado, requerendo participação de todos na abertura de uma CPI ao aumento abusivo nas faturas de energia elétrica.
Foram convidados os legislativos municipais do Cone Sul para uma reunião de reivindicações ao Governo do Estado para contratação de peritos e médicos legistas, suprindo a escassez dos profissionais na região, além da implantação de um IML.

Author

Share