2 de julho de 2022
HomeDestaquePCC está em guerra com clã paraguaio na fronteira de Mato Grosso...

PCC está em guerra com clã paraguaio na fronteira de Mato Grosso do Sul

Relacionados

Zé Neto anuncia volta aos palcos: “Glória a Deus”

Nesta quarta-feira (29), o cantor Zé Neto, dupla de...

Câmara de Mundo Novo aprovou LDO (Lei de Diretrizes Orçamentarias) e mais dois projetos

Os vereadores mundonovenses aprovaram na noite desta segunda-feira 27,...

Homem comete suicídio após encontrar filho morto em carro

Um homem de 37 anos da Virgínia, nos Estados...

Bolsonaro leva Tereza Cristina para passeio em motociata

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou de motociata nesta...
spot_img

Assassinado com pelo menos 50 tiros, noite desta terça-feira (16), o traficante Emanuel Dias Ecker, conhecido como ‘Alemão Ecker’, na cidade de Paranhos teria sido morto e vingança planejada pelo Clã Alderete, após um ataque do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Informações são de que em dezembro do mano passado o Clã Alderete foi atacado por membros do PCC, quando 30 integrantes destruíram fazendas do clã com bombas e tiros. A guerra iniciada entre a facção criminosa e o clã começou depois da migração de Alemão para o sul da fronteira para tentar controlar o tráfico na região.

Outra versão dada para o assassinato é de que Alemão estaria sendo perseguido por ex-guarda costas do narcotraficante Jorge Raffat, que foi assassinado em junho de 2016, no centro de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, segundo o site ABC Color.

Emanuel Dias Ecker fazia parte do grupo de quatro chefes que monopolizavam o mercado do tráfico de drogas, em Capitan Bado. Ele foi assassinado nesta terça (16) ao ser perseguido por pistoleiros que fizeram pelo menos 50 disparos de pistola 9mm.

Alemão Ecker era o braço direito do narcotraficante Freddy Irala Fernandes, preso no dia 12 deste mês em uma operação das policiais do Brasil e do Paraguai, nas cidades de Coronel Sapucaia e Capitan Bado.

Últimas Notinias

spot_img