16 de junho de 2021

Em Mundo Novo polêmica de mulher com flores do espaço público

Author

Categories

Share

Um suposto furto de flores em um canteiro no município de Mundo Novo, na região do Conesul, distante cerca de 520 km da Capital, terminou com a suspeita sendo filmada replantando as flores e com as imagens divulgadas na página pessoal, de uma rede social, da vice-prefeita da cidade.

“Já é a 3ª vez que plantam e roubam as flores. É uma forma de ver que a população está cuidando, filmando e denunciando”, afirmou à reportagem a responsável pela publicação do vídeo, Rosaria Lucca Andrade (PSDB), vice-prefeita de Mundo de Novo.

Vice-prefeita de Mundo Novo reclamou que BO’s de furto de flores ‘não dão em nada’ (Foto: Reprodução/Facebook)

Amigos da tucana em sua rede social reclamaram da exposição pública à idosa suspeita de ter furtado muda de flores.

“Acho que a intenção (de quem filmou) era expor mesmo. Já fizemos dois boletins de ocorrência e não dá nada. Assim (com a publicação do vídeo) até vocês em Campo Grande se sentiram preocupados”, disse Andrade.

A vice-prefeita revelou que a Prefeitura de Mundo Novo recebeu R$ 20 mil em flores da Usina Hidrelétrica de Itaipu, para ornamentar alguns pontos do município.

Apesar de afirmar que não sabe quem filmou a suspeita replantando as mudas no canteiro, a vice-prefeita argumentou que o município decidiu não registrar boletim de ocorrência.

“Foi isso a intenção de dar efeito. Para as pessoas saberem e parar de roubar. Porque estão sendo vigiadas e filmadas e denunciadas, tanto para o município quanto para a polícia. A gente não quis fazer a denúncia na polícia e achamos que foi ótimo isso ai, porque até o Midiamax está preocupado agora, com o roubo das flores”, finalizou Rosaria.

Minutos após ter conversado com a reportagem, a vice-prefeita exclui o vídeo de seu Facebook e fez um novo post. “A inversão de valores está nesse nível. Até quem deveria defender o patrimonio público defende o errado. Gente, roubar flores de Canteiro Público de sacolada pode” (sic).

Mídia Max

Author

Share